ano novo

Alter do Chão: uma aventura na Amazônia

Posted on

Antes de mais nada queria agradecer a Carol Cabral (que conheci nesse ano novo) por ter descoberto esse lugar (longeeeee, mas lindo) e contado para nós. E agradecer mais ainda as 6 integrantes do grupo (comigo 7) por ter tornado essa viagem inesquecível!

IMG_20141229_230959

Vamos lá… onde fica Alter do Chão??

AQUFER~17 horas de vôo até Santarém, com conexão no Rio de Janeiro e escala em Belém (tem gente que demora mais)… e, independente da temporada, a passagem é beeemm salgadinha (aproximadamente R$ 2.500)… por isso eu resolvi ir de milhas (que também não foi a melhor opção… mas pelo menos não gastei tanto assim).

Em Santarém, pegamos um táxi até Alter do Chão (aproximadamente 30 minutos).

Chegando lá, fomos direto para a Pousada Águalinda, deixamos as malas e fomos conhecer a cidade. Primeira parada para comer (estávamos quase desmaiando de tanta fome rs): Restaurante Parada Obrigatória (ficava ao lado do nosso hotel).

A cidade, como eu imaginava, é bem pequena. Bem coisa de interior… uma pracinha, uma igreja e uma rua principal… mas é linda demais! A noite, começamos a explorar os restaurantes (que também não eram tantos assim) e sentamos em um italiano (quase um boteco) que tinha uma comida bem gostosa!

Toda noite em Alter tem show de Carimbó (uma música bem típica da região)… e o mais conhecido lá é o Bar do Carimbó (que na verdade não tem esse nome… mas todo mundo conhece assim). É um restaurante, que após a meia noite, recebe as pessoas para um show típico (eu acabei não entrando nenhum dia lá… mas passei na porta e parecia estar bem animado).

Durante o dia em Alter vale a pena fazer TODOS os passeios. Porque, na cidade mesmo só tem “praias” locais… ou seja, sempre muito cheias (nessa época do ano) e não tão bonitas. De qualquer jeito, a Ilha do Amor (em frente a cidade) deve ser visitada… mas é realmente muito cheia (passamos apenas 1 dia lá, esperando toda a turma chegar).

IMG_3194

Todos os outros dias, fizemos passeios ou estávamos nas festas organizadas pela Soul Kitchen:

Flona: um passeio pela comunidade Jamaraquá e na floresta primária, com trilhas ecológicas, onde pode ver a árvore gigante (Samaúma). No final do dia, em Jamaraquà, se pode praticar mergulho nas águas cristalinas do igarapé (verdadeiros aquário natural).

IMG_20141229_101734

Restaurante Casa do Saulo: uma das festas foi na praia do restaurante Casa do Saulo. Uma delicia… praia particular. O almoço foi embaixo, mas o restaurante em cima é incrível… uma vista linda… e a comida melhor ainda!

Lago verde: na minha opinião, o melhor passeio (não sei se é porque tínhamos um guia muitIMG_20141230_202235o bom… e o dia estava lindo). Mas logo de manhã o Pitó (o guia) foi em nossa pousada buscar a gente e fomos para o barco. Nesse dia nos dividimos em 2 barcos (porque conhecemos 3 meninos na pousada que quiseram ir junto no passeio) e fomos ao Lago Verde. Passamos pela Ilha do Amor (de barco), depois fomos ao Igarapé do Macaco (onde o Pitó fez uma demonstração de pesca e depois mergulhamos com máscara). Saindo de lá, fizemos algumas paradas: comemos formiga (Saúva), paramos para cortar uma árvore e tirar o Latex dela, passamos pela Praia de Muretá e chegamos em Pindobal (a praia mais gostosa de todas). Lá, ficamos em uma maloca, de frente ao rio, curtindo o resto do dia.

No final do dia, fomos a Ponta do Cururu, ver o famoso por do sol de Alter.

IMG_3146

Maguari: uma praia também deserta… onde tivemos outra festa. É bem bonita… mas sem estrutura nenhuma. Vale a pena dar uma parada.

Ponta das Pedras: a caminho de lá, passamos por Lago do Tapari e Lago Negro (dois lugares muito bonitos para parar e se refrescar). Em Ponta das Pedras vale a pena passar o dia também… é uma praia como todas as outras, mas com menos gente e mais estrutura.

IMG_3629

Ponta do Icuxi: eu não fiz esse passeio porque não deu tempo… mas dizem que é lindo. Fica no rio Arapiuns – Localizado à margem esquerda do rio Tapajós – com acesso exclusivo por via fluvial, duas horas e meia em barco de Alter do Chão. No verão as praias surgem com bancos de areia branquíssima e águas claras.

Canal do Jarí: Passeio de um dia inteiro, margem esquerda do Rio Tapajós. Esse passeio é para quem gosta de animais… lá tem muitas espécies de animais como jacarés (no verão), macacos, preguiças, e uma grande variedade de pássaros.

No dia 31 e 1 ficamos pela cidade mesmo… primeiro, porque tínhamos que estar cedo na pousada para nos trocar… e depois que, no dia seguinte, cada uma acordou em uma hora do dia e fez a programação que eu queria.

IMG_3563

Teve apenas uma coisa que queria fazer… e não fiz (não deu tempo… porque ia fazer no últimos dia… e choveu!): Serra da Piraoca – um lugar que você pode ver a cidade inteira em uma vista panorâmica.

Outra coisa que não deixo a desejar foi a comida (e olha que eu não gosto de peixe). Tinha muita opção e até mesmo os peixes eram muito bons (porque é de rio):

Parada Obrigatória: restaurante bom, na rua principal.

Farol da Ilha: restaurante na rua da praia, muito gostoso, porém o atendimento é muito ruim.

Italiano (fica na praça principal): é muito bom para quem quer diversificar e comer uma massa

Churrascaria (não me lembro o nome, mas é a única que tem na praça principal)

Casa do Saulo: tem um na cidade

X-Bom: uma hamburgueria maravilhosa (mas não tem batata frita)

Esse foi o resumo do meu ano novo… muito bem aproveitado!! E uma amiga minha me perguntou: mas vale a pena ir pra lá ou para o Nordeste? A minha resposta foi: se você não conhece o Nordeste, tome vergonha na cara e vá! Depois você começa a ir para esses lugares mais rústicos… realmente eu só fui para o Pará porque as minhas opções de ano novo dentro do Brasil estão acabando (e não quero repetir)… eu sou suspeita, adoro conhecer lugares novos!

IMG_2945

Marcella Romani

Advertisements

Como eu escolhi o Pará para a virada do ano!

Posted on

9 dias para acabar o ano… e todo dia que me perguntam onde vou passar a virada é como se eu dissesse que vou para outro lugar do Planeta. As pessoas me olham engraçado… pensando “que maluca”!!! Mas sim, eu vou para Alter do Chão, no Pará, uma aldeia de pescadores, com trilhas, praias, florestas… e algumas festinhas também!!!

Mas, antes de ir, vou contar de onde surgiu essa ideia… exótica!

Tudo começou no dia 30 de agosto de 2014 que eu já estava nervosa por não saber onde iria ser meu ano novo (sim, eu sou muito planejada nessas datas). Já estava nervosa porque eu não sabia onde queria ir (só sabia que queria Brasil) e ninguém é planejado em fechar o Réveillon com antecedência.

Até que uma amiga me ligou e disse: “Ow… umas amigas minhas vão para o Pará em uma festa que chama Tapajós. Vamos? O problema é que temos que pagar as festas hoje, se não vira o lote e vai ficar bem mais caro.” (por isso que eu gosto de fechar com antecedência).

Fiquei um pouco confusa e comecei a bombardear ela de perguntas: Pará? Onde? O que tem de bom lá? Que programa de índio… será que a festa é boa? E a passagem… deve ser caríssima… e hotel? Onde ficaremos? E por ai foi…

Sentamos cada uma em seu computador e começamos a procurar todas as informações… mas a primeira coisa que fiz foi colocar no Google… e me deparei com algo mais ou menos assim:

l_09__praia_em_alter_do_chao_foto_ronaldo_ferreira_7__ronaldo_ferreira

Topei na hora!!!! (mesmo ainda sem saber onde estava me metendo… ah, e continuo sem saber!).

Pesquisamos passagens (ainda tinha como comprar com milhas)… depois procurei pousadas (estava quase tudo cheio… mas encontramos uma)… e logo depois compramos as festas (que dizem que são muito boas… e diferentes)!!

Mas durante os 6 meses do segundo semestre, tivemos alguns problemas… Em novembro recebemos um email da TAM informando que os nossos voos tinham sido cancelados (e foi um inferno para encontrarmos outro… conclusão… teremos que ficar 2 dias a mais no lugar). Também… estamos indo para o Pará ne????? Essa semana liguei na TAM para confirmar os voos… e descobri que as reservas tinham sido canceladas mais uma vez… fiquei muito tempo no telefone até resolver… mas deu tudo certo (mas já estou preparada para qualquer problema no aeroporto… vamos que vamos!!)

Uma coisa boa???? Estava lendo uma revista que listou os 100 lugares mais bonitos do mundo… e Alter do Chão é um deles!!! Outra coisa boa… é que ainda é um lugar desconhecido! Ou seja, não vou encontrar tantos conhecidos de SP como encontramos em Noronha… ou como encontraríamos em Milagres ou Trancoso (os destinos da moda).

Um pouco da Saga de como chegar em Alter do Chão:

IDA: Voo de aproximadamente 7 horas (com escala) com parada em Santarém.

Depois pegaremos um táxi até Alter do Chão (aproximadamente 30 min).

VOLTA: A volta é tarde… e dormiremos no RJ para pegar o avião no dia seguinte cedinho!

POUSADA: Agualinda (diária de aproximadamente R$ 50,00 por pessoa – quarto triplo)

Ah… lá nao tem nenhuma pousada com água quente. Porque dizem que o calor é tanto… que não precisa.

PASSEIOS: impossível achar no Google as dicas de coisas para fazer… tivemos que seguir um guia da agencia que fechamos a festa… e pedi dicas para o pessoal do grupo do Facebook!! E até que conseguimos entender bastante de lá antes de ir e o que fazer durante o dia!!!

Bom… conto mais sobre essa minha nova aventura em 2015! Torçam por mim! E bom ano a todos!

Marcella Romani

Réveillon: viajar para fora ou ficar no Brasil mesmo?

Posted on

Final de ano chegando… e a mesma pergunta sempre: o que fazer? Pra onde ir? Quando comprar? Quanto gastar? E por aí vai!!!

keep-calm-2015-tá-chegando-o-o-o

Eu tenho as minhas duvidas se vale a pena economizar na hora do Ano Novo… para mim, é quase um ritual… viajar para algum lugar diferente… com praia… festa da virada e ser verão. Ou seja, para mim é quase que o obrigatório que seja no Brasil. É a única época do ano que pago mais caro mesmo por hotéis e passagens que em outras épocas sairiam a metade do preço… mas para mim, não tem lugar melhor que o Brasil para passar o Réveillon.

Só tive ideia disso depois de passar 2 viradas fora daqui (e para mim foi o suficiente para não ser tão legal)! Claro que é sempre uma viagem… uma experiência diferente… mas de qualquer jeito… a madrugada do dia 31 não é a mesma!! (como eu posso viajar em outras épocas do ano… sempre reservo a data para um lugar especial no Brasil).

Já fui para Barcelona e para Santiago. Quando fui para Barcelona, tinha certeza que seria o melhor Ano Novo da minha vida… afinal… muitas baladas boas… pessoas animadas… gringos de todas as partes do mundo. Pois é… tínhamos 2 opções: ir para a Plaza Catalunha… ou reservar um restaurante legal. Reservamos o restaurante legal… e de repente… quando deu meia noite… as pessoas começaram a se mascarar, colocar adereços (tipo casamento) e fazer trenzinho (na hora confesso que até me diverti… mas se for pensar… é bem ridículo). Mas eu ainda tinha esperança que iríamos para alguma balada boa depois… com direito a open bar e tudo mais (achei que estava no Brasil). Paramos numa balada (foi um stress para entrar… porque estava tudo lotado… e tudo caro – 50 euros pra mais SECO!!). Até que encontramos uma que parecia estar legal… e acho que não conseguimos ficar nem 2 horas por lá. Conclusão… 3 horas da manhã já estávamos de volta no hotel… e sem pular ondinhas =( … na verdade nem me lembro se pulamos as 7 ondinhas ou não (porque a balada era quase na praia… mas o frio não ajudava também).

O de Santiago já foi um pouco diferente… estava com a minha família… e nem queria balada TOP… só queria um restaurante legal. Massss no Chile as pessoas vão para a praia mais próxima de Santiago (Vina del Mar) que dizem que são os fogos mais lindos do mundo (eu duvido um pouco, mas tudo bem). Como o nosso voo saia muito cedo no dia 1, preferimos ficar em Santiago… mas foi um parto para arrumar um restaurante legal. Achamos uma “bar-balada” (LOTADO de brasileiros) e que entre um prato e outro tinha umas performances de umas bailarinas (até que legalzinho). Depois da meia noite rolou uma baladinha… mas nada comparado as baladas que vou aqui no Brasil.

Já a Gui (Agnes) teve algumas experiências mais divertidas do que eu!! A primeira vez foi em Berlin, com o irmão e uma amiga… e achou bem interessante e bem diferente (afinal estava nevando mto, estava -5°C). Lá o clássico é todas as pessoas irem ao Portal de Brandenburgo… mas ela perdeu a hora no hostel bebendo vodka e suco com neve (hahaha) e quando olharam o relógio era 23:45… saíram correndo pela rua e quando chegaram já estavam rolando os fogos… ahhh e nessa correria, se perderam um do outro rs.

162765_464959765793_2765561_n

Já no outro ano, ela foi com 7 amigos para Cingapura e novamente se atrasaram na virada…  pegaram o metrô para ir até o Marina Bay (“o famoso lugar da queima de fogos mais linda do mundo”) e quando chegaram, a polícia tinha fechado as ruas de acesso e lá ficaram no meio de uma construção com vários indianos “fedidos” kkkkkk. Ah, antes da virada a champanhe estourou, ficaram encharcados e suados… mas ela garante que foi muito engraçado (posso imaginar). Depois da virada catastrófica, foram à Zouk, a balada que é uma “ilha” na Marina Bay, e valeu a pena!!!!

Mas, ela concorda com o meu ponto que o réveillon no Brasil é com certeza mais animado e inesquecível…  seja na praia em SP (Guaruja, Ilhabela, Maresias, etc) ou seja nos lugares mais paradisíacos (Fernando de Noronha, por exemplo). Festa todo dia, praias maravilhosas, sol, calor, piscina… e muita gente bonita (e na mesma vibe de Ano Novo sabe?). Mas mesmo com essas aventuras que ela passou, prefere viajar para um lugar diferente e conhecer diferentes viradas ao redor do mundo (eu não, rs)!!

Enfim… de qualquer maneira Réveillon deve ser comemorado… e bem aproveitado… no Brasil ou em qualquer lugar do mundo!!!! Passe de branco… mas não passe em branco!!! E a sua virada de 2015… já decidiu??

reveillon-copacabana-8

Marcella Romani

E a contagem regressiva para o ano novo já pode começar!

Posted on

E hoje faltam 119 dias para a tão esperada virada do ano… e para nós (eu e Gui) essa data não pode passar em branco!! Às vezes dentro do Brasil, às vezes fora, alguns anos agitados, outros em lugares mais reservados… o que não pode é passar em branco! Hoje, vou listar alguns dos lugares mais procurados para o Ano Novo… e algumas experiências nossas durante esses 27 anos… e nossas recomendações! Ah… e se correr, ainda dá tempo de garantir uma vaga em algum lugar do mundo… e virar o ano no seu estilo!

Destinos Nacionais (Top 10)

1. Rio de Janeiro: de preferência em Copacabana para ver os famosos fogos de artificio (eu já fui e vale muito a pena!). A única parte ruim é que depois dos fogos não é muito aconselhável ficar para ver os shows (porque não é muito seguro)… o ideal é ir para alguma festa fechada (que também tem muitas opções). Ah… e para quem gosta de “gringos”, lá é um dos lugares mais explorados por eles durante o final do ano!

RJ

2. Búzios: um dos lugares mais badalados do Brasil e com muita gente bonita!!

Buzios2

3. Morro de São Paulo: localizada na Bahia (há mais ou menos 2 horas de Salvador), como uma das melhores temporadas para ano novo, com atrações ao vivo durante a semana… mas cuidado, tem um limite do número de pessoas que entram na ilha… e um numero reduzido de hotéis e pousadas (provavelmente nesse período do ano não há mais nada para reservar).

IMG_1296

4. Fernando de Noronha: Ahh… depois de um réveillon em Noronha, será difícil querer ir para outro lugar! A ilha é um lugar encantador em qualquer época do ano… mas para quem curte natureza + agito, com certeza o melhor mês e semana para ir é do dia 26 de dezembro a 5 de dezembro. É a única semana do ano que a ilha recebe a capacidade máxima de pessoas e tem programação para todos os gostos. A parte chata? Tem que reservar com muita antecedência (a viagem e os passeios). Confira no post https://porumavidasemrotina.wordpress.com/2014/02/03/fernandodenoronha/

IMG_0027

5. Trancoso: O lugar para os baladeiros de plantão e para quem curte “lugares da modinha”. Festas todos os dias, gente bonita… e muitos artistas, blogueiros e celebridades. E para recuperar as energias no dia seguinte… praia, sol e um mar azul!

Trancoso

6. Milagres: outro lugar para quem curte praia e agito. Mas na minha opinião já está muito batido… mas não deixa de ser uma boa opção para o final do ano!

Milagres

7. Florianópolis: Capital de SC com belas praias, bons hotéis e festas para passar o ano em grande estilo. O legal de Floripa é que serve para todas as idades e tipos de viagens (amigos, família, casal, etc).

Floripa8. Camboriú: uma das praias mais badaladas de SC com direito a contagem regressiva e queima de fogos pé na areia! Além das festas eletrônicas espalhadas pela região!

Camboriu

9. Maresias: para quem é de SP, uma opção perto e muito acessível para todos os bolsos. Claro… que a opção melhor para a virada é o Sirena! E durante o dia… sol e mar!

Sirena

10. Ilhabela: como eu passei mais de 5 viradas na Ilha, super recomendo! E de uns anos para cá as opções de festas aumentaram… e o número de pessoas também (essa é a parte ruim… tem que ter muita paciência durante o dia todo). Além das praias maravilhosas para conhecer durante o feriado!

Ilhabela

Destinos internacionais: particularmente Reveillon fora do Brasil é muito mais legal para passear e tirar umas férias durante a semana do que a própria noite da virada ne? Geralmente não é a minha primeira opção… prefiro ir apenas de férias em outras épocas do ano!

1. Barcelona (Espanha): eu passei o ano novo de 2010 na cidade favorita de muita gente. Mas me decepcionei um pouco. Na noite de ano novo a cidade é praticamente igual a todos os dias. Jantamos em um restaurante, passamos a virada e fomos para a balada – cara e sem open bar (para brasileiro isso é um absurdo)… mas Barcelona é Barcelona… e é sempre bom estar por lá!

BCN

2. Berlim (Alemanha): esse destino é para quem gosta de festa na rua, banda ao vivo e um lightshow tradicional (desde a queda do Muro de Berlim). Milhares de pessoas nos arredores do Portão de Brandemburgo e na Coluna da Vitória. A Agnes foi e recomenda! Ah… lembre-se que é bem frio nessa época… preparem os casacos!

berlim

3. Santiago (Chile): dizem que o legal da cidade é ir para a praia (Vina del Mar) e acompanhar os fogos na praia (que são considerados uns dos mais bonitos). O problema é que essa cidade é mais ou menos como o Guarujá aqui: o destino da cidade toda! Imagina o transito e a farofa ne? Mas para quem gosta de conhecer os shows de fogos, deve valer a pena!!

vina del mar

4. Punta del Leste (Uruguai): eu nunca fui, mas sempre me disseram que é o destino preferido dos estudantes da FAAP, GV e Insper (rs). Conhecido internacionalmente pelas baladas eletrônicas… e pelo preço beeemmm caro!! Preparem o bolso!

Punta

5. Disney: lugar perfeito para quem vai passar o ano com os filhos e sobrinhos!! Deve ser demais!

Reveillon-Disney

6. Cartagena (Colômbia) – localizado na costa colombiana do Caribe, o lugar é charmoso e com muita opção gastronômica… sem falar em todas as ilhas que se pode visitar!! E dentro dos muros, dizem que a noite é só badalação!

old-town-cartagena

7. Las Vegas (Nevada): em qualquer época do ano essa cidade é uma loucura… com muitas opções de programação. No ano novo não é diferente… queima de fogos, festas nas casas noturnas, DJs convidados… porém lembre-se que é inverno e frio!! Ah… só para maiores de 21 anos hein?

Bellagio Hotel opening fireworks. 10/18/98

8. Nova Iorque: dizem que é inesquecível passar a virada do ano na Times Square e fazer a contagem regressiva junto com a “Bola prata” que vai descendo a medida que a contagem diminui (eu tenho minhas dúvidas… pelo mar de gente… e pelo frio… mas é uma opinião pessoal).

a-ny-times-square-2

9. Sidney (Austrália): uma das festas consideradas como uma das mais incríveis do mundo!! O principal é a comemoração na Harbour Bridge (a ponte sobre a Baía de Sydney) e o show de fogos!!

sidney

10. Cingapura: um pouco inusitado, mas a Agnes recomenda! Em frente ao Hotel Marina Bay há queima de fogos e a balada Zouk (que fica na Crystal Pavillion) é uma das baladas mais concorridas para a noite!

Cingapura

E eu já resolvi qual será a minha virada em grande estilo para 2015: irei para Alter do Chão… no Pará… e não faço ideia do que me espera… mas a recomendação foi de uma amiga que confio (isso é muito importante)! Em janeiro volto para contar se vale a pena para 2016!

alter do chao

Marcella Romani